segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Natal...



Confesso que não gostava muito do Natal quando era solteira. Não tinha um motivo óbvio pra não gostar...só não gostava e pronto! Hoje em dia eu adoro! Adoro ver as casas iluminadas, ver crianças felizes, adultos demonstrando seus sentimentos (mesmo que seja só uma vez por ano..). Adoro colocar presentinhos nas botas dos meus filhos toda noite e deixar presentes embaixo da árvore. Morro de dó de ver que eles acreditam mesmo no Papai Noel, mas sei que faz parte da infância e faz bem pra imaginação deles.. E já tá chegando mais um Natal, mais um ano que acaba e outro que começa, agora grávida pela terceira vez... Essa é uma das coisas que aprendi com o tempo: Gostar do Natal!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Bagunça!


Meus sobrinhos vieram pasar a tarde aqui e aproveitei pra fotografar a bagunça! é claro que as meninas brigam quando se encontram, mas tambem se divertem e brincam juntas!

sábado, 31 de outubro de 2009

Helloween

Já chegamos no final de Outubro!!! Inacreditável não é?
E mesmo pra quem mora no Brasil o tal dia das bruxas é bastante esperado pelas crianças. Minha filha Isabela contou os dias durante a semana e quando acordou hoje foi correndo colocar sua roupinha de bailarina pra "festejar" o dia das bruxas.
Fomos ontem na casa de uma amiga minha, a Cindy, e ela fez uma abóbora com os filhos. Não gosto muito dessa tradição de bruxas e "doces ou travessuras" porque é muito americano (não tenho nada contra os EUA, só acho que não combina com a gente), mas tem sido cada vez mais dificil não misturar as coisas. Sem dúvida, quem leva a maior culpa nisso é a televisão, que falou sobre o Helloween o mês inteiro! Bom, mas vamos deixar isso pra lá, porque esso é um outro assunto e vai ficar pra outro post. Se é pelo bem das crianças, se elas se divertem sadiamente, tudo bem, eu aceito! =)

terça-feira, 27 de outubro de 2009

SuperMãe..


"Ser mãe não é fácil", é o que minha filha de 3 anos diz quando me vê cansada ao fim do dia. É claro que ela escutou isso em algum lugar e provavelmente fui eu mesma que falei em um momento de cansaço. Mas afinal, de onde uma mãe tira tanta força? É ela quem acorda cedo pra fazer mamadeira e trocar fralda, quem prepara o café da manhã da família, quem vai caminhando pelo corredor e catando os brinquedos, as roupas e os papeis que estão jogados pelo chão. Quem tira a carne do congelador, lava a louça e prepara o almoço, põe a mesa, faz o suco, dá comida pras crianças e lembra de alimentar o peixe e a chinchila. Atende a vizinha fofoqueira, leva o lixo pra fora, brinca com as crianças, inventa historinhas e canta musicas pra distrair os pimpolhos. Fala com uma amiga ao telefone, chora e ri. Espera ansiosamente com o prato pronto e quentinho o marido chegar do trabalho, coloca as crianças na cama, conversa com marido (quando da tempo), escreve no diario, lê um capitulo do seu livro de cabeceira, lixa uma unha que ta incomodando, desliga a luz e espera o sono chegar. Como se isso não bastasse, ainda tem o período noturno, quando um dos filhos tá doente, ou simplesmente acorda com medo do trovão..quem levanta da cama pra atender toda essa movimentação? É ela, sempre..a SuperMãe!
Sempre soube disso tudo na teoria, porque minha mãe é maravilhosa e fez direito o papel dela. Eu me achava completamente preparada pra quando chegasse minha hora, mas posso garantir que não estamos preparadas nunca! A sorte é que a gente acostuma, que vira rotina. E o mais importante: VALE A PENA! Porque se tem uma coisa que não tem preço é o olhar carinhoso do filho amado, o abraço gostoso da filha com sua roupa de bailarina preferida..e uma boa noite de sono pra amanhã começar tudo de novo!