terça-feira, 15 de março de 2011

Antigamente.

Em meados do seculo passado era assim: So se assistia desenho animado de manha (Tv Colosso e Fada Bela). Almoçava sentados na mesa, famlia reunida, sem pressa e com muito arroz e feijao. A tarde brincava no patio de casa com os amigos, vizinhos, primos.. soltava pipa, bolinha de gude, esconde-esconde, amarelinha, queimada, elefante colorido, gato mia.. jogava muito volei e futebol e colocava pedacinho de plastico na roda da bicicleta pra fazer barulho. Ateh cachorro eu tinha! Brincava ate cansar, ate suar, ate anoitecer. Um pouco mais tarde, quando eu tinha uns 11 anos, se tinha computador nao tinha internet, se tinha internet era so nos finais de semana, aquela discada, que levava horas pra abrir um site, baixar uma musica..e ate desanimava de tanto esperar uma linha descopada. Eu adorava ouvir o barulinho da conexao e cruzar os dedos pra dar certo, e quando finalmente conseguia, ja tava "na vez" dos meus irmaos. E eu pensava: Nao vejo a hora de ter um computador so pra mim! E tambem pensava: no futuro vai ter internet de graça e sem fio!

(Nao adianta clicar, a foto eh pequena mesmo.)

Hoje em dia ta tudo diferente.. acho que o futuro chegou. Minhas crianças moram em apartamento e a unica amarelinha que conhecem eh uma que eu fiz no chao com fio de lã. Bolinha de gude serve pra enfeite e gato mia virou musica da Xuxa (que agora ja foi confundida algumas vezes com a Ana Maria Braga). Andar de bicicleta soh se for em volta da mesinha da sala, e com muito cuidado pra nao esmagar os dedos do irmao caçula que aprendeu a engatinhar. Jornal Nacional nao se assiste mais, porque as crianças tem pesadelo se assistirem tanta tragedia. TV eh a nova diversao. O Tutu diz que as amigas dele sao a Mili e Moly (do Discovery Kids) e a Boo (do Monstros S.A.), e tem um cachorrinho imaginario que se chama Bolt (o super cao). Quebra-cabeça eh no computador. Cinema se assiste de oculos e a internet, finalmente, pega em qualquer lugar.

O grande desafio eh fazer a infancia deles ser tao boa, produtiva e criativa quanto a minha. Facil? Eu acho que nao.

4 comentários:

Rael Silva disse...

Quando eu li sobre o bolt do Tutuzinho soltei uma gargalhada!
Esses dias eu andando na direção dele e ele me diz "Cuidado, não pisa no bolt cÁme!" hahaha
lindo lindo.

Pois é. Fazer da infancia deles algo divertido deve ser difícil! Mas vc é tão criativa que vai conseguir na boa!

Jacque disse...

Oi Mariela,

meu nome é Jacqueline, também sou de Curitiba e adoro ler blogs de mães, descobri o seu blog faz uns dias e estou adorando, quando vi que vc consegue manter o seu blog com 3 filhos eu decidi criar um para mim tb, se quiser dar uma olhadinha é esse: http://euemeutrio.blogspot.com/

Espero que possamos ser amigas de blog, bjos

Charline Herino Custodio disse...

Mari,
Adoro ler seu blog e acho que esse post traduz toda a nossa preocupação com a infância de hoje!
Me identifiquei muito, pois minha infância foi assim, com muita grama, fazendo bonequinho de terra, brincando de esconde esconde, amarelinha, brincando de casinha na árvore. Hoje moramos num apartamento, onde o verde fica do outro lado da sacada (de frente para um bosque), e as diversões acabam se resumindo no discovery kids. O que fazer! Difícil mesmo eh tentar incorporar a nossa infância, em meio a tanta tecnologia! Mas sempre vai ser válido tentarmos!!!
Bjocas querida!

Analuisa Monteiro Ferreira disse...

Mana do céu! EU é que não sabia da existencia do teu blog. Divulgar que é bom, nada né?? Esse post me fez lembrar muito da casa da vó, das férias que passávamos juntas, das conversas a madrugada toda! Meu Deus, era tanto papo que vou te dizer! Muita saudade mesmo, prima!