quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Aos 27 anos...

Querido diario...


Hoje ja eh dia 4 de janeiro de 2012 e eh incrivel como o tempo passa rapido.

São 2h40 da manhã, estou deitada ounvindo o barulho do mar e completamente sem sono, numa

cama com um adulto e duas crianças (porque um deles fez xixi na sua

propria cama e como mae precisei tomar providencias.

Nunca imaginei que encontraria uma pessoa que me fizesse querer casar,

mas encontrei. Nao eh facil mas vale a pena, a "colherinha" tem sido

menor a cada dia e estamos aprendendo com nossos erros. Nosso amor

nunca foi estonteante, aquele de novela, mas eh seguro e nos eleva.

Sim, ele eh o amor da minha vida!

Nunca imaginei que teria coragem de ser mãe, mas tive tres filhos que

me ensinam todos os dias. Depois deles descobri que existe muito

glamour no chamado de mae, nao sou nenhuma miss mas estou criando

missiorios e uma futura mamae. Minhas explosoes quase nao existem

mais, acho que aprendi a contar ateh 10 (as vezes preciso contar ateh

um milhão).

Aprendi que amigos são verdadeiros e fazem uma diferença gigante, e me

ajudam a manter a sanidade com um simples telefonema.

Aprendi tambem a ser filha (essa eh uma noticia novinha em folha!).

Hoje eu amo, valorizo e respeito meus pais porque sei o sacrificio que

fizeram durante minha vida, e mesmo eu sendo a adolescente mais

rebelde da casa eles me amaram e amaram e amaram e continuam fazendo

de tudo por mim.

Aprendi que minha benção patriarcal eh cheia de verdades, que as

palavras escritas ali mudam de sentido quando eu mudo.



Aos 27 anos consegui descobrir que eu amo aprender, de tudo, qualquer

coisa, mas o que eu gosto mesmo eh de aprender sobre mim porque isso

me ajuda a aprender sobre os outros.

5 comentários:

Phoenix Luz-Costa disse...

Amem!
voce e linda, por dentro e por fora, continue nesse caminho que muitas outras bencaos cairam em suas vidas! Hoje e seu aniversario Mari? se sim Feliz ANiversario.. agora q vc n tem mais o Facebook, n sei, hehe.. um bjaograndao, Phoe.

Mila Amorim disse...

Ai guria, vc escreve tao bem!!! Que lindo!!! Vc é um grande exemplo para mim, de mae e esposa!!!! beijos!!

Ingrid disse...

Mari, parabéns por suas conquistas e progresso! Voce e' super querida como amiga, e tenho certeza que como mãe, esposa e filha também.
Felicidades se for ou se não for seu niver! Mas nos conte se foi. Hehehe.
Beijinhos!

Ps. Ciuminho básico de voce ao som das ondas. Curta por mim também! : )

Charline Herino Custodio disse...

Mari, que lindo seu post! Cheio de verdades e fatos! Me fiz muitas perguntas nos meus 30 e olha que sinto a mesma coisa que vc disse, aprendo a cada dia, com as pessoas a minha volta, com meus filhos principalmente. Tolerância é uma palavra que tem se tornado parte da minha vida cada vez mais, e percebo como o amadurecimento vai batendo em nossa porta com o passar dos anos. Isso me deixa feliz e forte para enfrentar a vida.
Bjinhos querida!!
E ui, que invejinha branca desse barulhinho do mar, Canasvieiras é tudo de bom! aproveita!!

Roberta Pavanelo disse...

Nossa!! que post maravilhoso! amei cada palavrinha, ri, me identifiquei!!
Hoje lembrei tanto de vc, pensei onde sera que vc estava e ainda bem que descobri aqui! =) Estou muito sumida do blog, mas logo volto! um beijo